Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Câmara aprova reajuste de 6,01% para os professores

Câmara aprova reajuste de 6,01% para os professores

por alt publicado 07/03/2019 16h26, última modificação 07/03/2019 16h26
Na manhã de hoje, 07/03, foi realizada na Câmara de Altaneira sessão extraordinária para apreciação do Projeto de Lei oo3/2019 de autoria do poder executivo que dispõe sobre o reajuste aos vencimentos dos servidores do magistério municipal. O projeto recebeu parecer da Comissão Permanente da Câmara, favorável à sua aprovação.
Câmara aprova reajuste de 6,01% para os professores

Plenário da Câmara.

Após a leitura do parecer pelo relator da Comissão Vereador Antonio Leite, o mesmo defendeu a importância do Projeto, mas que os professores mereciam muito mais. Segundo o Parlamentar, o aumento real é irrisório, que feita a correção do governo federal que foi de 4,17%, resta pouco de aumento.

A Vereadora Zuleide Ferreira relembrou a importância da categoria dos professores para o crescimento de nossa cidade. Que está sendo feita uma valorização dos professores, que para haver crescimento, dev-se investir nos professores. Parabenizou o Prefeito pela concessão do reajuste e criticou a posição do colega Vereador Flávio Correia, citando que o mesmo havia colocado na sessão passada que existia muitos professores que não mereciam esse reajuste.

O Vereador Flávio Correia não gostou da afirmação da Vereadora Zuleide e se defendeu afirmando que fez menção a essa questão porquê, de fato, existe professor que não merece esse reajuste e que essa professora era a Vereadora Zuleide. Pois, segundo o Parlamentar, a mesma não faz jus ao que ganha, por não cumprir com suas obrigações, que está fora de sala, fingindo cumprir horário na Secretaria de Educação. Que conseguiu tudo isso por causa das negociatas no processo de cassação do prefeito.

Zuleide se defendeu acusando que Flávio não tem competências para julgar seu desempenho. Que tem formação e conhecimentos correlatos com o cargo que exerce, que iria deixar de lado por compreender a falta de banco de escola que o colega Parlamentar possui.

Flávio retrucou informando que Zuleide nada mais faz do que ganhar seu dinheiro, vendendo a cara de seus alunos, e vai gastar no Crato.

O Vereador Genival Ponciano registrou sua felicidade em votar num Projeto desse, elogiou o prefeito e Secretária de Educação pela valorização dos professores.

O Vereador Devaldo Nogueira lamentou que os professores no Brasil são muito mal remunerados. E ainda solicitou que essas provocações, picuinhas e discórdias partidárias não acrescentam no debate. Relembrou os dois primeiros anos dessa legislatura que trabalhamos em paz, sem muitas agressões.

O Presidente da Câmara, Vereador Professor Adeilton, reafirmou o seu compromisso e da Câmara Municipal em defesa dos professores. Afirmou que investir na valorização dos professores é uma das saídas para continuar e ainda buscar melhorias nos resultados da educação. O Parlamentar fez referência ao reconhecimento e valorização da carreira de professor nos países que se tornaram referência em educação. Segundo Adeilton a profissão de professor no Brasil ainda não é espelho para nossa população, assim como acontece nos países que apresentam os melhores índices educacionais. Que é preciso mais reconhecimento e mais investimento em nossa carreira. Finalizou solicitando mais entendimento e menos agressões por parte dos Vereadores, que essas discórdias e provocações agradam somente aos que pregam a discórdia e desunião. Que em nada favorece aos interesses da nossa gente.

O Projeto foi aprovado por unanimidade e foi encaminhado para sanção por parte do executivo.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Pesquisa de Opinião

Gostou do novo portal?

Sim
Não
Pode melhorar
spinner
Total de votos: 1151
Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo

Acesso à Informação