Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Câmara debate situação da Banda de Música e aprova vários requerimentos

Câmara debate situação da Banda de Música e aprova vários requerimentos

por alt publicado 04/04/2019 02h55, última modificação 04/04/2019 02h55
Na sessão de hoje, 03/04, a Câmara recebeu integrantes da Banda de Música Padre David Moreira, aprovou os Projetos de Resolução 002 e 003/2019 alterando denominação do Auditório da Câmara e o horário das Sessões Ordinárias, respectivamente, e diversos requerimentos dos Vereadores.

O Presidente informou sobre o oficio s/nº solicitação espaço Tribuna Livre, pelo Sr. Talles Almeida para debater sobre o tema Banda de Música Padre David Moreira. O jovem integrante da Banda de Música rebateu as colocações da Vereadora Zuleide Ferreira, que havia questionado o comportamento dos integrantes da Banda na Conferência da Melhor Idade. Ele esclareceu que não são verdadeiras as colocações da Parlamentar e repudiou a maneira como a mesma se referiu a Banda. Justificou que a Banda foi regulamentada desde 2005 e que, segundo a lei, a atividade de músico é considerada de relevância.

O jovem citou não compreender a falta de comunicação entre Zuleide e o Prefeito, pois ela afirmou que o Prefeito iria pagar os meses de janeiro, fevereiro e março. Já o Prefeito anunciou que pagará somente o mês de março. Questionou também os valores gastos com a manutenção dos equipamentos da Banda, que foi dito que em três meses estaria tudo pronto e a Banda ficou mais de 10 meses a espera dos seus instrumentos.

Tales denunciou que a licitação não foi respeitada, que os instrumentos deveriam ser transportados para a capital pela empresa que venceu a licitação, mas isso não ocorreu, que os instrumentos foram levados por carros do município. Denunciou ainda a precariedade do espaço onde a Banda realiza os ensaios, sem água para beber, com morcegos e infiltrações. Com matérias do Natal de Luz e de outros projetos jogados a céu aberto. Os fardamentos incompletos, a Banda não foi cadastrada no mapa cultural, impossibilitando participar de projetos do Governo do Estado.

Segundo Tales, falta respeito, materiais, priorizar a Banda, o que foi prometido em campanha pelo Prefeito em reunião com a juventude no Calçadão. Repudiou a maneira autoritária como o Prefeito se portou na última reunião com a Banda, citando algumas falas do mesmo.

A Vereadora Zuleide tentou justificar as suas colocações da última sessão, se colocou preocupada coma situação e que pela precariedade como a Banda estava atuando, apoia a decisão do Prefeito em parar com a Banda. Que o Prefeito tem as suas angústias e pelos insultos que recebe também os motiva a tomar certas decisões.

O Vereador Antônio Leite lamentou a situação, se colocou à disposição da Banda e esclareceu que essa gestão só se preocupa com situações que lhes traga retorno financeiro.

Já Genival defendeu a Secretária de Cultura Alice, afirmando que ela não ficaria conhecida como a Secretária que acabou com a Banda de Música, pois os problemas que são enfrentados pelos integrantes são antigos. E que essa situação só vem ocorrendo por causa de política partidária dentro da Banda.

O vereador Cier Bastos também lamentou tudo ocorrido e que a Banda não merece passar por isso, que não haveria necessidade de parar para fazer reformulações. E que dá todo apoio a Banda.

O Vereador Flávio colocou que é constrangedor, que essa data ficará conhecida como o dia que a Banda acabou. Que é revoltante ver um prefeito que ele ajudou a eleger esteja acabando com Altaneira. Que o hospital foi dividido para construção do CEO e agora acabam com a Banda.

O Presidente da Câmara se demonstrou emocionado e revoltado com a decisão do Prefeito em parar as atividades da Banda. Parabenizou os integrantes pela coragem em comparecer à Câmara e reivindicar por seus direitos. Que na história o momento é que marca, mesmo levando em consideração o tempo que a banda vem sendo desrespeitada, o dia histórico de hoje, marca esse momento triste que estamos vivenciando e que os responsáveis que serão lembrados por isso. Se colocou à disposição e orientou a fazer a seleção, participar de todo rito que for criado para a banda e denunciar se for identificado alguma injustiça.

A respeito do ofício 002/2019, da Associação dos Ciclistas de Altaneira, de solicitação de espaço da Tribuna Livre com o tema, Etapa 50 do campeonato municipal de ciclismo MTB, foi justificado a impossibilidade de participação do Presidente da Associação em virtude do compromisso profissional inadiável, informando que será solicitado espaço em outra data.

Foi registrado ainda o recebimento dos ofícios 003/2019, da Controladoria Geral do Município, encaminhando extratos de contas da Folha de pagamento Altaneira à requerimento do Vereador Flávio Correia. Ofício nº 47/2019, do Instituto de Escola de Contas do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará – TCE, informando sobre a realização do Programa TCEduc 2019 – governança, formação e cidadania. Ofício 39/2019, da Secretaria de Assistência Social, informando a frota de veículos oficiais e locados, respondendo ao Requerimento nº 16/2019 da Câmara. Ofício 009/2019, da Secretaria de Obras e Infraestrutura, informando sobre a frota de veículos oficiais e locados, respondendo ao Requerimento nº 16/2019 da Câmara. Ofício nº 03/2019, da Secretaria de Governo, informando sobre a frota de veículos oficiais e locados, respondendo ao Requerimento nº 16/2019, da Câmara.

Tema livre

O Vereador Antônio Leite desejou uma boa recuperação para o Vereador Devaldo que se encontra hospitalizado. Denunciou problemas de infraestrutura da Escola Joaquim Rufino. Que as mães de alunos estão revoltadas com precariedade em que a escola está funcionando. Argumentou que essa gestão destrói um prédio público para conseguir uma obra do estado, se referindo a demolição da casa do matadouro público para construção da areninha. Enalteceu a ida do jovem Tales para defender a Banda de Música e mais uma vez se mostrou solidário com a situação.

Zuleide Ferreira informou que a Escola Joaquim Rufino não funciona em tempo integral. Que funciona num prédio cedido e que o Prefeito não pode investir lá. Que essa escola é nota 10 e que temos uma educação de ótima qualidade, sendo uma das melhores do estado, reconhecida por muitas mães e pessoas que nos visitam.

Genival também desejou boa recuperação para Devaldo. Relembrou que ninguém gosta de ser constrangido, se referindo ao Prefeito na relação com a Banda de Música. Que o Prefeito tem seus motivos para parar com a banda. Defendeu a qualidade da educação altaneirense e que temos professores competentes, que a educação em tempo integral irá trazer muitas melhorias para nossa educação.

Cier Bastos cobrou a recuperação das estradas e melhorias na iluminação pública. Lamentou por não recebe respostas de seus requerimentos e que o Prefeito destratou um cidadão que reivindicou recuperação de uma estrada. Que o Prefeito não dá valor ao profissional e sim a quem rezar na cartilha dele. Parabenizou as pessoas que possuem coragem de se manifestar, de mostrar a cara e lutar por seus direitos.

Valmir Brasil solicitou que o cemitério do São Romão seja reformado, alegando que existe, há mais de um ano, cobrança da Vereadora Alice por meio de requerimento e que com as fortes chuvas uma parte da parede veio a cair. Agradeceu e parabenizou os profissionais que atenderam seu filho em virtude de acidente com fogo. Que o único incômodo é a emergência que ficou muito reduzida por causa da construção do CEO.

Silvania expressou que fica triste com as colocações do jovem Tales, quando disse que Altaneira não tem dono, pois Altaneira tem gestores preocupados com estão fazendo muito. Parabenizou os diretores, professores e a secretária pela educação em tempo integral.

Flávio também desejou ótima recuperação para Devaldo. Que se fosse falar das obras e conquistas da gestão de Delvamberto, que foi a maior de todas, que “a inveja é a falta de capacidade”. Pois cometeram um grande pecado em eleger o Prefeito atual. Que a atual gestão e seus pupilos são sem capacidades, gastaram um milhão em compra de livros, o que deveria ter sido investido na construção de uma escola, o que acabaria com as reclamações das mães com falta de estrutura. Parabenizou a sinceridade e firmeza do jovem Tales. Registrou o desabafo do jovem ciclista Higor, que tem conquistado vitórias dentro e fora de nosso município e anunciou que irá parar por falta de apoio. Segundo o Parlamentar, o Higor é mais uma promessa que leva o nome de nossa cidade país a fora e apoiou o texto postado pelo jovem que se refere ao governo municipal como uma máquina que destrói sonhos. O Parlamentou citou uma frase do Prefeito de Colatina – ES, onde afirmou que Prefeito não rouba sozinho, que existe apoiadores, que na Câmara tem também os apoiadores da corrupção, do nepotismo, dos desvios de função. Denunciou que na construção da areninha não tem um altaneirense trabalhando, onde foram parar as oportunidades para os filhos de Altaneira?

Ordem do dia

Na ordem do dia foram aprovados os Projetos de Resolução 002 e 003/2019. O primeiro de autoria do Vereador Antônio Leite que denomina de José Romão Pereira o Auditório da Câmara Municipal que será homenageado da forma “ Auditório Vereador José Romão”. O autor defendeu a o homenageado, afirmando que Zé Romão exerceu sete mandatos como Vereador, foi Presidente e contribuiu de forma significativa com a independência do Poder Legislativo. A Resolução 003/2019 trata de alteração no horário das Sessões Ordinárias, ficou alterado para início às 9h em virtude da duração e transmissões das Sessões.

Foram aprovados oito requerimentos:

1. Requerimento nº. 27/2019, dos Vereadores Genival Ponciano, solicitando ao Chefe do Poder Executivo colocação de redes no entorno do alambrado da Quadra Poliesportiva Antonio Robério Carneiro.

O Parlamentar alegou a necessidade para evitar que a bola seja lançada para fora da área de jogo. O Requerimento foi aprovado por unanimidade, mas Flávio e Antônio Leite cobraram investigações sobre o gasto de 175 mil reais no ginásio e não foram colocadas essas redes. Cier cobrou que fosse acrescido para as quadras do Sítio Córrego e Taboquinha que nem alambrado tem.

2. Requerimento nº. 28/2019, dos Vereadores Genival Ponciano, solicitando ao Chefe do Poder Executivo construção de calçamento no trecho de acesso a Casa de Pelé no Sítio Taboleiro, zona rural deste Município.

O Requerimento foi aprovado por unanimidade. O Vereador Professor Adeilton cobrou que o prefeito cumprisse com o calçamento prometido na abertura da Rua Zacarias Correia, que está trazendo problemas para os moradores.

3. Requerimento nº. 29/2019, do Vereador Flávio Correia, solicitando a Sra. Maria Eliane Pereira Alencar Soares informações sobre a participação do Município em algum Programa dos Governos do Estado ou Federal, sobre implantação de moradia popular.

O Vereador informou a necessidade das informações por questionamentos da comunidade a respeito desse Programa. O Requerimento foi aprovado por unanimidade.

4. Requerimento nº. 30/2019, do Vereador Flávio Correia, solicitando ao Sr. Luan Kaio quais as especialidades médicas atendidas pelo Hospital Municipal Euclides Nogueira e quais dias da semana são ofertadas.

O Vereador informou que as contratações foram autorizadas pela Câmara há mais de dois meses e não sabem informações a respeito das contratações. Aprovado por unanimidade.

5. Requerimento nº. 31/2019, da Vereadora Zuleide Ferreira, solicitando ao Presidente da Câmara a colocação de letreiros de identificação na fachada sede do edifício da Câmara Municipal.

A Vereadora justificou a necessidade em virtude de melhorar a identificação da sede do Poder Legislativo. O Requerimento foi aprovado por unanimidade.

6. Requerimento nº. 32/2019, da Vereadora Zuleide Ferreira, solicitando ao Chefe do Poder Executivo a construção de “sarjeta” no calçamento da Rua Antonio Rufino de Oliveira, trecho que vai da casa de herdeiros de Jesus Honório até a Padaria PaniAlta de Valderir do Paredão.

O Requerimento foi aprovado por unanimidade. O Ex-presidente Antônio Leite justificou que o letreiro não foi incluído na reforma em virtude do preço. Que fez uma reforma para dar mais conforto aos Vereadores e acessibilidade.

7. Requerimento nº. 33/2019, do Vereador Antônio Leite, solicitando ao Chefe do Poder Executivo a limpeza das paredes e sangradouros dos açudes públicos municipais.

O Requerimento foi aprovado por unanimidade. O Vereador Professor Adeilton acrescentou a situação do açude da Taboquinha, sendo necessária uma abertura para retirada de águas que estão causando grandes erosões na parede.

 8. Requerimento nº. 34/2019, do Vereador Antônio Leite, solicitando ao Chefe do Poder Executivo a construção de calçamento entre as Ruas Elpidio Ricardo de Carvalho e Rua João Rufino de Oliveira, na travessa sem denominação, após a Travessa Francisca Pio de Oliveira.

 O Requerimento foi aprovado por unanimidade.

O Presidente informou sobre a participação dos Vereadores e servidores da Câmara na formação que será ofertada pelo TCE na cidade do Assaré no dia 23 do sem em curso.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Pesquisa de Opinião

Gostou do novo portal?

Sim
Não
Pode melhorar
spinner
Total de votos: 1151
Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo

Acesso à Informação