Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Erro no pagamento dos servidores da prefeitura é o tema da sessão

Erro no pagamento dos servidores da prefeitura é o tema da sessão

por alt publicado 14/11/2018 14h40, última modificação 14/11/2018 14h56

Na sessão ordinária de hoje (14/11), foi apresentado o Projeto de Lei nº 020/2018 que autoriza o Chefe do Poder Executivo abrir crédito adicional suplementar  ao vigente Orçamento da despesa, em mais de 15% do valor do orçamento fiscal, fixado na lei Orçamentária nº 708/2017, de 08 de dezembro de 2017, para fim de indica e dá outras providências, como também Projeto de Lei nº 020/2018 que autoriza o Chefe do Poder Executivo abrir crédito adicional suplementar  ao vigente Orçamento da despesa, em mais de 15% do valor do orçamento fiscal, fixado na lei Orçamentária nº 708/2017, de 08 de dezembro de 2017, para fim de indica e dá outras providências.

 O presidente da Câmara Antonio Leite comunicou ausência  do vereador Adeilton Silva que se encontra na Crede 18 na cidade do Crato.

Secretário de Finanças Humberto Batista e o Controlador Geral Antonio Pereira, usaram  a palavra para falar sobre pagamento dos servidores, Humberto Batista alegou que o problema foi acarretando por divergência na Comunicação entre o setor de pagamento do Poder executivo e o Banco do Brasil. 

Presidente Antonio Leite lembrou que assessoria do governo lançou nota divulgando que o décimo terceiro salário estaria nas contas, secretário lembrou que foi lançada outra nota ratificando a primeira informação.

O Controlador Geral Antonio Pereira, disse que realmente houve falha na comunicação é que o Banco do Brasil deixou a desejar, ainda relatou também que houve falha no setor do Recurso Humano na remessa dos dados enviados ao Banco

Antonio ainda relatou que sobre a notícia do pagamento do décimo houve também uma falta de comunicação entre setor e da pessoa que fez a postagem".

Zuleide Ferreira enfatizou que recebeu informações que os servidores poderiam sofrer transtorno pelo término do contrato entre o Banco e os servidores, mas o secretário Humberto já relatou que o contrato não será encerrado, o que deixam todos tranquilos


O vereador Cier Bastos disse que escutou relatos de servidor que não pediu adiantamento do décimo terceiro e mesmo assim foi descontado o valor, secretário disse que desconhece esse fato, o vereador disse que vai procurar o servidor para ver o holerite.

No tema livre o vereador Devaldo Nogueira usou a palavra para dizer que tem informações de realização de cadastro das pessoas na secretaria de agricultura, relatou que existe uma empresa que faz o serviço gratuito, mas que a secretaria de agricultura vem cobrando pelo serviço, o vereador exigiu resposta imediata sobre essa cobrança.

O vereador Flávio Correia registrou que a Comissão está trabalhando no projeto do orçamento, que na próxima quarta feira será votado, lembrou que na última sexta-feira apresentou seu relatório final sobre o processo de cassação do prefeito de Altaneira, "lamento que alguns do governo vem falando mentiras contra o nosso grupo de vereadores, não somos traidores, formos claro, avisamos ao gestor que não fizesse tantas besteiras, só existe golpe quando não se tem provas, não podemos comparar esse processo com processo contra Dilma , não tem nada haver com esse processo, no caso de Dilma não teve provas, nesse processo do atual gestor já mostramos várias provas, inclusive os que antes nos cobravam para tomar uma atitude com prefeito, hoje os mesmos estão com o prefeito, no relatório comprova vários gastos desnecessários, que poderiam ser destinados em outros setores, queríamos fazer um grande governo e não participar nesse desgoverno".

Flávio Correia ainda disse alguns perguntam porque essa atitude de votar em Adeilton silva, " decidimos votar em Adeilton pelo simples fato de ter certeza que a casa legislativa não vire extensão da prefeitura, que continue tendo autonomia para um bom trabalho".

Devaldo Nogueira rebateu os comentários sobre a presidência, “eu vi o primeiro ano dessa gestão, todos os projetos foram aprovados e nem por isso foi uma extensão da prefeitura,  acho que foi um comentário infeliz, pois sou também candidato a presidente, jamais faria isso".

 Flávio lembrou que a gestão passada a casa legislativa fez perseguições, que os trabalhos da casa foram comprometidos, “não faltei com respeito nem com colega Devaldo Nogueira e nem com atual presidente".

 O Presidente Antonio Leite, enfatizou que durante seu mandato foi pautado pelo respeito, lembrou que alguns diziam que a casa seria extensão da prefeitura, mas mostramos nosso trabalho, “também espero que a casa continue nessa linha de independência". Finalizou 

 A vereadora Zuleide Ferreira disse que as palavras do vereador Flávio Correia não são corretas, pediu mais respeito. Flavio Correia disse que não iria responder.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Pesquisa de Opinião

Gostou do novo portal?

Sim
Não
Pode melhorar
spinner
Total de votos: 1151
Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo

Acesso à Informação